27/07/2012

1973-1990

A ~ Asas cortadas: “Não podeis voar!”
R ~ Ruas fechadas: “Não podeis correr!”
P ~ Pode uma boca calar sem morrer?
I  ~ Ilhas se formam às ordens do ar:
L ~ “Lançai os livros, pro fogo o saber!”
L ~ Linhas, tecidos... Que podem dizer?
E ~ Estrelas sem luz ousaram brilhar;
R ~ Ruas fechadas não puderam conter -
A ~ Aves, sem asas, em coro a cantar:
S ~ “Silenciar é bem mais que morrer...”


(Acróstico às mulheres que
buscaram sua própria voz
quando seu país a perdeu.)
~
2° lugar no 2° Desafio Escrita Criativa
- Blog Concursos Literários
~
Vencedor, na categoria "Acróstico",
do Concurso Literário Trajes Poéticos 2013

3 comentários:

  1. Andre gostei muito do seu blog e assim que postar a divulgação do seu espaço aviso pois sigo a ordem da lista. Tente adc seu blog mas creio que estamos com problema na plataforma do blogger pois nem a imagem e nome apareceram assim que tudo voltar ao normal volto e adc ok.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo blog e suas poesias!

    ResponderExcluir
  3. Saudações caro André, primeiramente obrigado pela visita!
    Em segundo, admirável seu acróstico, honestamente escrevi muitas coisas assim, mas até então se quer sabia se tratar de um acróstico... Até que um grande amigo e também blogueiro mencionou em um comentário o nome a que se dava à escrita!

    Abraços.

    ResponderExcluir