26/08/2012

Morrer na vilazinha

Como um poema que se fez qualquer, em chão de gentes,
estava bela a tarde e os pássaros inda cantavam sem motivo.
Inda as árvores revoltosas se tremiam contra o vento
o vento que veio do leste, vento-leste que trouxe a discórdia
das árvores...