17/12/2012

Post Mortem

O velho ator morreu louco. Foi a camareira do período da manhã, dona Georgina, que o encontrou enforcado na cortina  espessa cortina amarela do 34°.
 Uma fatalidade... lamentou dona Georgina, quase amiga do ator, que o acompanhava, às vezes, em seus tão solitários espetáculos.
* * *
Ainda hoje, dizem os vizinhos, o espírito do velho ator, em plena posse de sua técnica, atua em extensos monólogos, no mesmo quarto  o 34° , o seu maior e mais ousado papel: o de si mesmo.

A. F. 



Miniconto vencedor do "Concurso

Cultural Jorge Cooper" promovido
pela editora Imprensa Oficial.
~
O miniconto é uma interpretação livre
dos poemas EsquecimentoPoema Poema
Triségimo Quarto, todos de Jorge Cooper.