15/04/2014

Aldravia (2)

v i v e r
v i v e r
b a s t a
v i v e r
n ã o
b a s t a

A. F.

5 comentários:

  1. Basta viver
    Vivo logo existo
    Se só existo não vivo
    Devo a existência á ti
    Devo a vida á mim
    Devo a vida á quem?!

    Eu só queria saber quem sou.

    Saudades de você André. Sua, Belle.

    ResponderExcluir
  2. A poesia é a síntese que deságua o sem fim no olhar do poeta. Parabéns, cada dia mais poético e sucinto.

    ResponderExcluir
  3. Bela poesia que nos faz pensar.
    Postei o texto com o tema sugerido por você, obrigada por ter participado.

    beijos e ótimo final de semana

    http://mylife-rapha.blogspot.com

    ResponderExcluir